.

“Pixels” – Resenha de Cinema

filme movie Pixels 2015 crítica Resenha de Cinema opinião donkey kong pacman pac-man pac man centopede galaga space invaders

Oiê pessoal!

Assistimos Pixels na estreia e estou aqui para compartilhar o que achei do filme! Se você ainda não viu, pode ler sem medo, não vou estragar a surpresa!

Ficha Técnica:

poster pixels filme movie br brazil brasil pacman pac man pac-man 2015 sony columbia pictures

Sinopse: Com intuito de fazer contato com seres extraterrestres, imagens e sons de um campeonato de Arcade foram lançados em uma cápsula do tempo no espaço. Anos depois uma raça alienígena encontra a cápsula, entende que seu povo foi desafiado para uma guerra e decide conquistar a Terra por meio de reproduções digitais inspiradas nos videogames clássicos da década de 1980. A única alternativa do presidente Will Cooper (Kevin James) é pedir ajuda dos que já foram campeões nesses jogos: Sam Brenner (Adam Sandler), Eddie Plant (Peter Dinklage) e Ludlow Lamonsoff (Josh Gad), que também contam com a ajuda da tenente-coronel Violet Van Patten (Michelle Monaghan).

Dirigido por: Chris Columbus

Gênero: Aventura, Comédia, Sci-Fi / Ficção Científica (105 min – 2D e 3D)

Classificação Indicativa: 10 anos
Lançamento: 23 de julho de 2015  | 24 de julho de 2015 

  Columbia Pictures | Sony Pictures

Resenha | Opinião

Eu me senti no paraíso gamer / arcader mais nostálgico do mundo! Sério, se você nasceu ou viveu nas décadas de 80 e 90e foi tão maníaco(a) por videogames como eu! – com certeza jogou alguns – ou todos! – games que aparecem nesse filme!

Pode até ser que eu seja suspeita pra dar uma opinião a respeito de Pixels – e de Detona Ralph também – porque eu simplesmente adorei a ideia de trazerem à tona todos esses clássicos, seja pra relembrar os que viveram naquela época ou para apresentar aos mais novos o princípio de tudo o que é visto hoje na área de games… Mas, apesar disso, posso garantir que o longa-metragem é muito engraçado e super envolvente! Os atores são sensacionais e a trama é mega divertida! Excelente pedida!

E, como não poderia deixar de ser numa resenha aqui do blog, eu tenho que falar das reflexões que podemos fazer com esse filme. A primeira até é sutil e pode passar despercebida no meio da trama:

Alguns heróis aparecem, de certa forma, como vilões e alguns vilões parecem ainda mais malvados do que eram… Aos mesmo tempo, são os próprios humanos que entram na guerra que os aliens travam e tentam destruir os heróis e os vilões dos clássicos videogames. No final das contas é como se fosse o videogame (fazendo o papel de vilão) vs humanidade (fazendo o papel de mocinho). Com isso, eu não pude deixar de pensar na grande discussão que existe sobre o mundo dos games fazer ou não fazer mal para as pessoas…

E essa primeira reflexão é fruto disso… No fundo, muitos acreditam que a tecnologia e os jogos eletrônicos exercem um poder negativo sobre as pessoas… Outros acham que isso é exagero e que não é um jogo que faz uma pessoa se tornar psicopata e atirar em um monte de gente, por exemplo… O filme responde essa pergunta, talvez sem ter intenção. O problema não é o videogame é a própria humanidade. Explico: o responsável pela interpretação dos Aliens em relação às capsulas enviadas ao espaço foi a própria raça humana! Os jogos que estavam atacando o planeta não eram de fato os jogos dos fliperamas, eles foram fruto de uma má interpretação… Assim como há interpretações equivocadas sobre o mundo dos games e sobre tantas outras coisas. O problema sempre está no ponto de vista e na interpretação que temos. Ou seja, tudo é relativo!

Outra reflexão tem a ver com a disputa de jogos verdadeiramente clássicos vs jogos modernos. Qual jogo é melhor: Donkey Kong clássico ou Donkey Kong para o Wii U? Mais uma vez entra o lance que estava falando antes: depende do ponto de vista. A verdade é que cada tipo de jogo vai fazer com que você exercite uma parte diferente do seu cérebro e vai provocar reações diferentes também. Mas a verdade é que ambas versões tem o mesmo objetivo: trazer diversão e entretenimento! E o filme mostra isso de um jeito muito bem planejado. – Preciso dizer que além de diversão, também adquiri muito conhecimento com jogos de videogame… Ajudaram muito em Física, Química, Inglês, Matemática e até História e Geografia…

Por último, uma reflexão que vai fazer muito sentido para quem já viu ou ainda vai ver o filme: tudo o que aprendemos, não importa qual é o tipo de conhecimento, é valioso e nos torna únicos e vencedores da batalhas que enfrentamos. Até aquela que você pensou ter perdido, pode não ter sido completamente perdida… Não permita que nadanem vilões, nem heróis e nem trapaças – te desanime e te impeça de seguir em frente!

Devo confessar que joguei os principais games que aparecem nesse filme: Galaga, Pac-Man, Donkey Kong, Asteroids, Space Invaders, Centipede (centopeia), Tetris, Frogger, Q*BertQbert é o jogo daquele bichinho laranja super fofo e que eu era mega viciada!Arkanoid, Star Wars, Smurfs… E muuuuito mais! Foi emocionante ver os logos de empresas tão importantes como Atari, Nintendo e Bandai Namco espalhados durante o torneio de videogame no filme… Posso garantir que fico muito honrada por ter jogado todos esses clássicos que hoje em dia podem estar esquecidos ou até renegados por alguns… Mas que, no filme Pixels, aparecem magistralmente!

Curiosidade: eu achei sensacional a perseguição do PacMan pelas ruas da cidade! Ficou muito parecido com o jogo! o criador Toru Iwatani deve ter gostado da homenagem que seu jogo, de 35 anos, recebeu. Ah! Em 3D o filme fica ainda mais emocionante! 

Agora, por favor, matem minha curiosidade: vocês já jogaram esses games clássicos ou não tiveram a oportunidade de conhecê-los melhor? Já viram o filme? Independente da idade, eu garanto que Pixels vai ser diversão garantida para toda a família que quer ver um ótimo filme de comédia!
Até a próxima! *Hoot-hoot*

Categoria:Resenhas
Compartilhe com os amigos:
| por Luciene Sans (Corujinha Lulu) às 07:10 do dia 25 de julho de 2015 |

Posts Relacionados

Comente Aqui

O seu endereço de email não será publicado | Campos obrigatórios estão marcados com *

Se você tem um blog, clique para compartilhar um post.

Para usar avatar (imagem/foto junto com seu comentário), cadastre seu email em Gravatar.com

Ou pelo Facebook:

comentários

2 comentários sobre ““Pixels” – Resenha de Cinema

  • 27 de julho de 2015 em 07:13
    Permalink

    Oi! Encontrei teu blog por acaso pesquisando umas dicas sobre Tsum Tsum, e adorei! Além de ter conteúdo de qualidade, você fala sobre tudo o que é possível! hahaha. Estou ansiosa para ver Pixels! Mal posso esperar. Obrigada por não ter contado spoilers! rs.
    Ganhou uma leitora!

    Um enorme beijo,
    May
    http://www.aqueledevaneio.com

    Responder
    • 28 de julho de 2015 em 09:06
      Permalink

      Oi May!!!
      Puxa! Muito muito obrigada pelo seu comentário! Me deixou muito feliz! Por falar em ganhar uma leitora, visitei seu blog e achei muito incrível! Me identifiquei demais!! Você também ganhou uma leitora, com certeza!!
      Beijos!!
      Lu

      Responder