Resenhas

“Os Pinguins de Madagascar” – Resenha de Cinema

 

Olá pessoal!

Quem não adora aqueles pinguins fofinhos que fizeram sua primeira aparição no filme “Madagascar”? Pois é! Depois de nos divertirem – e muito – nas três produções, Capitão, Kowalski, RicoRecruta ganharam um filme só pra eles e vim aqui compartilhar com vocês minha opinião sobre essa animação: “Os Pinguins de Madagascar” (The Penguins of Madagascar). Quem ainda não viu, pode ler sem medo! Não vou estragar a surpresa!

 

 

Ficha Técnica:

 
 
poster brasil nacional brasileiro os pinguins de madagascar brazil the penguins of madagascar
 

 

Sinopse: Capitão (Skipper), Kowalski, Rico e Recruta (Private),  que se auto denominam de “a elite dos pinguins espiões” são capturados durante uma missão de aniversário, que consistia em pegar um presente para o caçulinha Recruta. Eles acabam sendo aprisionados pelo temido – mas nem tão reconhecido – Dr. Otavius Brine, um polvo que culpa os pinguins pelas desgraças sucessivas em sua vida. O quarteto tentará impedir o maléfico plano do vilão de se vingar de todos os pinguins do mundo, mas, para isso, terão que juntar forças com uma equipe de espiões especializada, a Vento do Norte, composta por Montanha (Corporal), Eva, Short Fuse e o líder Agente Secreto (Classified).
 
Dirigido por: Eric Darnell e Simon J. Smith
Gênero: Animação, Aventura, Comédia, Família (92 min – 2D e 3D)
 
Classificação Indicativa: Livre
Lançamento: 15 de janeiro de 2015  | 26 de novembro de 2014 
 
 
DreamWorks Animation | distribuição: Fox Films
 

Resenha | Opinião

Ah! O que falar desses pinguins que sempre me fizeram rir? Eu simplesmente adorei o filme! Dá pra dar risada, curtir com a família e ter bons minutos de diversão! Além da oportunidade de ver esses agentes pequenininhos, bem filhotinhos! É muita fofura!

Eu, particularmente, não estava esperando uma trama como a que rolou nessa animação. Não sei se estava influenciada pela série de filmes Madagascar, mas não sabia ao certo como iriam encaixar um vilão na história! Mas até que a ideia surpreendeu!

E sobre a “moral da história”? É possível extrair vários valores que são tratados: a persistência, a confiança que um tem no outro, o amor, a abnegação, a vontade de provar seu próprio valor, ser reconhecido pelos seus esforços, os princípios tratados ao longo da animação… Tudo faz com que a gente reflita e pense numa “moral da história”, que deixa o desenrolar da trama ainda mais cativante – apesar de eu achar que o filme te conduz tão magistralmente ao universo da comédia com cenas hilariantes que você pode acabar não notando na hora todo esse cuidado com a “moral da história”.

Esse fenômeno também pode ser visto em filmes / desenhos / animações da Disney. Mas, no caso dela, normalmente existe alguma tragédia (como em Operação Big Hero, Frozen e Aviões 2, por exemplo) que desencadeia uma série de pensamentos e atitudes morais, amorais e imorais, que nos fazem pensar bastante sobre o filme durante a sessão e até mesmo depois de alguns dias!

 Dica: Depois do final do filme, aparece uma apresentação dos personagens principais e de seus dubladores. Em seguida, antes de iniciar a passagem dos créditos totais, tem uma cena extra com a participação de alguns personagens do filme Madagascar! Não saia do cinema sem ver! 

Sou super fã dos Pinguins de Madagascar e recomendo para todos que querem ter diversão em família, com amigos – ou até mesmo sozinho! – Depois de assistir, não tem como não se sentir mais feliz! Principalmente se você emendar um Super Cheese Quarterão acompanhado de Cheddar Shake Fries e sorvete dos pinguins no Mc Donald’s, que nem eu e o Sir Coruja fizemos! – inclusive compramos nossa Coleção completa dos Pinguins de Madagascar Mc Lanche Feliz e fizemos um vídeo! Vem ver!

Vocês já assistiram? Gostaram tanto quanto eu? Estão loucos pra ver uma continuação? Contem pra mim!
Até a próxima! *Hoot-hoot*

atualizado em escrito por
Vamos Conversar pelo Facebook
OU pelos Comentários do Blog

Seja a primeira pessoa a comentar! ❤

    Vamos Conversar!